Parceiros amorosos podem auxiliar pacientes de melanoma a fazer o autoexame

Compartilhar está publicação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
O suporte de um parceiro amoroso faz a diferença para quem sente na pele um melanoma. Esse apoio, inclusive, se mostra especialmente importante em um hábito essencial para os pacientes: o autoexame cutâneo.
Fazer o autoexame regularmente é indispensável, pois pacientes com histórico prévio da doença têm maior chance de desenvolver um novo melanoma primário, além do risco da recidiva da doença. Assim, precisam de atenção redobrada às pintas e sinais do corpo. Os parceiros e parceiras podem contribuir decisivamente com isso, ajudando a observar o couro cabeludo, as costas, orelhas e outras regiões difíceis de enxergar sozinho.
Um estudo recentemente publicado pela revista Journal of Clinical Oncolgy Nursing com 100 casais mostrou que sentir o apoio do companheiro ou companheira na realização do autoexame pode inclusive aumentar a eficácia dos pacientes ao executar a tarefa.
A pesquisa apontou também que os pacientes do sexo masculino afirmaram se sentir mais apoiados no autoexame cutâneo do que as pacientes do sexo feminino. Além disso, os pacientes homens demonstraram sentirem-se mais confortáveis em contar com a ajuda das companheiras na tarefa do que as pacientes mulheres.

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2020 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X