O que o paciente de melanoma precisa saber sobre o coronavírus?

Compartilhar está publicação

 Devido à pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde, o Instituto Melanoma Brasil mostra o que o paciente de melanoma precisa saber sobre o coronavírus (Covid-19). Confira:   

 

  1. Primeiramente,  procure manter a serenidade e não entrar em pânico.
  2. Apesar de contarmos com uma abundância de conteúdos disponíveis, ao buscar informações sobre a doença, procure fontes de confiança, como o Ministério da Saúde. Não repasse informações de procedência desconhecida.
  3. Entre os pacientes de câncer, os que correm maior risco são os que estão fazendo quimioterapia ou se submeteram a transplante de medula.
  4. Pacientes de melanoma que tenham removido o tumor e estejam em acompanhamento não são considerados pacientes imunodeprimidos.
  5. Pacientes de melanoma em acompanhamento devem conversar com o médico sobre a necessidade de adiar ou não consultas e exames de rotina.

 

Recomendações para pacientes em tratamento oncológico:

  1. Esclareça todas as dúvidas com o médico e não interrompa o tratamento.
  2. Evite contato físico direto e cumprimentos com beijos, apertos de mãos e abraços, inclusive quando estiver no hospital.
  3. Evite contato com pessoas que tenham sintomas de gripe ou estejam investigando infecção pelo coronavírus.
  4. Tente evitar o contato que pessoas que tenham viajado para o exterior, mesmo que não apresentem sintomas. Assim, você minimiza riscos. 
  5. Caso manifeste sintomas de gripe, procure seu médico para orientações antes de ir ao pronto-socorro. Novamente, ao agir assim você minimiza riscos.
  6. Evite ambientes fechados e aglomerações.
  7. Peça aos familiares que estejam com sintomas gripais para permanecer de máscara ao se aproximar de você.
  8. Evite idas desnecessárias ao hospital ou à clínica. Aliás, se precisar de acompanhante, vá apenas com uma pessoa, que não pode ter sintomas de gripe.
  9. Permaneça o tempo indispensável no hospital ou clínica e evite circular pelo ambiente sem necessidade.

Recomendações para toda a população

  1. Embora sejamos um país latino e caloroso, cumprimente apenas a distância, sem beijos, abraços ou apertos de mãos.
  2. Evite visitar idosos com mais de 60 anos, pois são um dos principais grupos de risco. 
  3. Cuidado redobrado com a higiene. Lave as mãos com frequência e evite tocar o rosto. Ande com álcool gel.
  4. Se puder, fique em casa e só saia em caso de real necessidade.
  5. Cubra o rosto quando tossir.
  6. Por fim, não faça viagens ou longos deslocamentos, a menos que seja imprescindível.

 

 

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Carine Santa a e sua filha, MAria Clara, paciente de melanoma
Eu Senti na Pele

Carine Santana

Carine Santana, 28 anos, de Vitória (ES),  nunca tinha ouvido falar em melanoma. Foi uma grande surpresa para quando Maria Clara, sua filha de 8

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2023 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

Faça sua doação!

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter