Melanoma será 19º tumor mais incidente no mundo, segundo a OMS

Compartilhar está publicação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Com quase 300 mil casos previstos, o melanoma será o 19º tumor mais incidente no mundo em 2018, segundo o estudo Globocan, da Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (IARC, na sigla em inglês) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A estimativa prevê que, neste ano, devem ocorrer 1,81 milhão de novos casos de câncer e 9,5 milhões de óbitos decorrentes das neoplasias.  Um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres devem desenvolver a doença ao longo da vida. Houve um crescimento em relação a 2012, quando a última pesquisa foi publicada, e a IARC previu 14.1 milhões de novos casos e 8,2 milhões de mortes.

Diversos fatores contribuem para o aumento na incidência da doença, como crescimento e envelhecimento da população e desenvolvimento social e econômico. Em países emergentes, há uma transição dos tipos de câncer associados à pobreza e infecção para os tipos de câncer  relacionados ao estilo de vida e dieta dos países desenvolvidos.

O câncer de pulmão será o mais diagnosticado, com 2.093,876 de casos , seguido por câncer de mama (2.088.849 casos), câncer colorretal , câncer de próstata e câncer de estômago.

Melanoma

Segundo o estudo, em 2018 devem ocorrer 287.723 novos casos de melanoma no mundo. Em números absolutos, os Estados Unidos lideram a incidência da doença; são 71. 432 novos casos previstos, ou 24% do total), seguidos pela Alemanha, com 31. 432 novos casos (10,9% do total) e o Reino Unido, com 17. 852 novos casos (6,2% do total). O Brasil, com 7.407 novos casos, representa 2,87% da incidência global da neoplasia.

A taxa de incidência do melanoma é liderada pela Austrália e Nova Zelândia, com 33,6 e 33,3 casos por 100 mil habitantes – a neoplasia é um problema de saúde pública na região. Em seguida vêm Noruega (29,6 casos por 100 mil habitantes) e Dinamarca (27,6 casos por 100 mil habitantes). O principal fator associado ao desenvolvimento da doença foi a exposição à radiação UV.

 

 

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

A psicóloga Ana Paula Cervi sentiu na pele o melanoma, câncer de pele mais perigoso
Blog

Ana Paula Cervi Colling

No ano passado, a psicóloga Ana Paula Cervi Colling descobriu que uma pinta na coxa esquerda, diferente de todas as outras que tinha, não era

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2021 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X