EDITORIAL – Rebecca Montanheiro (Dezembro/17)

Dezembro é muito importante para a nossa causa. É o mês escolhido para a campanha de conscientização e prevenção do câncer de pele, o tumor mais frequente no Brasil. A data foi criada em 2014, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e ganhou o nome de Dezembro Laranja. Intensificar a divulgação de informações sobre melanoma e câncer de pele é nosso dever ainda mais num país onde a cultura do Sol em excesso ainda prevalece.

Prevenir o câncer de pele pode ser muito simples, e deve ter início já na infância. Digo por minha própria experiência que, apesar dos alertas que recebemos, a maioria das pessoas, por uma série de fatores, acabam se expondo ao sol de forma errada e potencializam o aparecimento de um câncer que poderia ser evitado. Mas como conviver com o sol e ter com ele uma relação saudável? Dá para não ser nem “8 nem 80”?

Antes no meu melanoma minha relação com o sol era intensa. Mesmo com a pele bem branquinha eu buscava na exposição do meio dia o bronzeado do verão, que na verdade vinha em forma de queimaduras solares. E quando a dermatologista me alertava para os riscos do câncer de pele e até mesmo do envelhecimento precoce da pele, eu pensava: “Isso não vai acontecer comigo. Câncer de pele é coisa de gente mais velha, e se resolve de forma bem simples”.

Tamanho foi meu erro, tamanho ainda é o erro de muitos brasileiros e brasileiras.

O câncer de pele pode ser muito perigoso e trazer consequências bem difíceis. E o aumento do número de casos no Brasil nos mostra a urgência por informação e educação para se prevenir.

Aproveito o dezembro laranja para uma reflexão com vocês sobre o quanto cuidamos do maior órgão do nosso corpo e de como podemos ser “amigos” do sol, na medida certa! Aproveite o verão, com responsabilidade. Pele bonita é pele saudável! Cuide dela com carinho!

Rebecca Montanheiro

Presidente do Instituto Melanoma Brasil

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Eu Senti na Pele

Alessandra Audino

O movimento sempre fez parte da vida de Alessandra Audino.

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter