Passo o dia dirigindo, preciso me proteger do sol?

Compartilhar está publicação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Nem todo mundo se dá conta, mas dirigir expõe a pele (e os olhos!), aos efeitos da radiação ultravioleta. Quem está mais exposto são os profissionais que cumprem longas jornadas durante o dia, nas estradas e no trânsito das grandes cidades.

A radiação solar consegue atingir o veículo, ainda que com menor intensidade do que quando se está a pé. Carros mais antigos, com vidros 100% transparentes, normalmente deixam passar cerca de 40% dos raios ultravioleta; modelos mais recentes, com vidro verde, diminuem esse percentual consideravelmente.

A película de proteção solar, ou insulfilm, bloqueia até 79% dos raios solares. Mas, para usá-la, precisamos obedecer às regras de trânsito, que estabelecem um mínimo de 28% de transparência nos vidros traseiros ou laterais do carro. 
Os motorista precisam reforçar a proteção solar, para evitar o câncer melanoma e outros problemas de pele. Se essa é a sua profissão, use filtro com FPS 30, no mínimo, diariamente a reaplicando a cada quatro horas. Os óculos escuros também são indispensáveis para evitar danos aos olhos.

Por último, cuidado com o hábito de dirigir com um braço para fora do vidro, pois pode aumentar o risco de queimaduras. Trabalhe com segurança, proteja sua pele.

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Blog

Karen Simone Fizinus

A enfermeira Karen Fizinus tomou muito sol desprotegida quando criança e nunca se preocupou com as pintas em seu corpo. Na infância, achava até charmoso

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2020 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X