Karina Santos Victorino

Karina Santos Victorino iniciou sua jornada contra o melanoma em julho de 2020.

Compartilhar está publicação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A jornada contra o melanoma da Karina Santos Victorino começou em julho de 2020, no auge da pandemia de Covid-19. Em apenas dez dias, o foco da sua vida mudou completamente. No depoimento a seguir, ela conta sua história e mostr ao que aprendeu com a experiência. 

“Meu nome é Karina e sou de São Paulo, capital. Sou casada e mãe de uma linda menina chamada Laura.  

Minha jornada contra o melanoma começou em julho de 2020, no auge da pandemia de Covid-19. Meu esposo me alertou que a pinta que eu tinha nas costas havia crescido e estava escura, e insistiu que eu procurasse um médico. 

Fui ao dermatologista na semana seguinte, que logo agendou a retirada do sinal para biópsia. Três dias se passaram e ele me ligou para dizer que se tratava de um melanoma, um câncer de pele raro e que exige muita atenção. Eu precisaria passar por outros procedimentos com o oncologista para identificar o estágio da doença.  

Jornada contra o melanoma

Consegui uma consulta com o oncologista no mesmo dia. Deixei o consultório já com as cirurgias de ampliação das margens e biópsia do linfonodo sentinela agendadas. Em 10 dias, o foco da minha vida mudou completamente! Foi esse o tempo entre ser diagnosticada e fazer as cirurgias. É incrível como a vida pode mudar após uma consulta médica! 

Cinco dias após as cirurgias, recebi um telefonema muito aguardado.  Era o meu oncologista dizendo que o resultado da biópsia tinha sido negativo para qualquer tipo de metástase. Mesmo assim, eu já havia mergulhado em várias incertezas e pensamentos negativos sobre o meu diagnostico. Para sair desse buraco, foi fundamental buscar a Deus, contar com ajuda psicológica e entender mais sobre a doença por meio do Instituto Melanoma Brasil e relatos de pacientes.  

Aprendizados

Hoje consigo ver os aprendizados dessa jornada. Cuido melhor da minha saúde física e mental, alimentação, e faço o acompanhamento médico de maneira rigorosa.  

O melanoma também mudou muito a minha percepção de vida. Levo uma vida mais leve, equilibrada, com menos preocupações e com a certeza do quanto somos vulneráveis. A cada amanhecer vejo como uma oportunidade para seguir em frente, com alegria e gratidão a Deus pela vida e pelas pessoas especiais que me cercam!”

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2022 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

Faça sua doação!

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X