Compartilhar está publicação

 

O rosto é a parte do corpo que fica mais exposta aos raios solares e necessita de proteção diária. Com a intenção de oferecer produtos práticos, algumas marcas de cosméticos apostam em maquiagens ou produtos com fator de proteção, aqueles no estilo 2 em 1. Apesar de práticos, será que esses produtos substituem o uso de protetor solar facial?

RESPOSTA: Em busca de praticidade, o filtro solar é deixado de lado, sendo substituído por cosméticos que já contenham em sua fórmula o FPS. Esses produtos contém fator de proteção muitas vezes inferior ao que a pele necessita para ficar protegida dos raios solares. Sendo assim, a proteção da pele fica desprotegida dos raios UV, gerando danos como vermelhidão, rugas, flacidez e até mesmo doenças de pele. Então, só substitua o filtro solar se o cosmético possuir FPS 30 (ou acima) e ainda oferecer proteção contra os raios UVA e UVB. Outra opção seriam os protetores solares com base, que já servem como maquiagem. Na ausência dessas duas opções, opte por aplicar os cosméticos como de costume e deixe o filtro solar sempre por último, não esquecendo de reaplicá-lo durante o dia.

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Blog

Cuidados com a pele das pessoas idosas

Segundo o IBGE, as pessoas idodas representam quase 15% da população brasileira.  O envelhecimento da pele é um processo comum e natural, que acompanha o

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2022 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

Faça sua doação!

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X