Eu senti na pele – Aline Castro

Hoje vamos conhecer a história da Aline Castro, analista fiscal de Joinville (SC). Ela não imaginava que uma pinta no braço pudesse ser algo sério, e dá um alerta importante: precisamos prestar atenção a qualquer mudança em nosso corpo, por mais inofensiva que pareça!

“Sempre gostei de tomar sol, de verão, de pegar aquele bronze. Há mais ou menos um ano, surgiu uma pinta em meu braço esquerdo. Todos os meses, quando eu me expunha ao sol, a pinta mudava de cor e tamanho. Mas nunca desconfiei que pudesse haver qualquer coisa errada, aquilo nunca me incomodou.

Graças à insistência de pessoas próximas, que acharam a mudança no sinal muito estranha, e de minha mãe, que como sempre foi meu alicerce, decidi procurar uma dermatologista. Já na primeira consulta ela me avisou que a pinta era maligna. Algum tempo depois, a biópsia confirmou um melanoma nível IV.

O diagnóstico foi a pior notícia que recebi na vida. O medo tomou conta de mim e aumentava dia após dia.  Imediatamente fui encaminhada a um cirurgião cancerologista, que marcou cirurgia de ampliação de margem e pesquisa de linfonodo sentinela. Após um procedimento que trouxe uma recuperação dolorosa, mais medo, angústia, dores e um período em repouso absoluto, fiquei à espera do resultado que definiria o meu futuro, e revelaria se eu precisaria me tratar com medicamentos ou apenas fazer acompanhamento.

A espera foi angustiante, mas o desfecho compensou,  Estou curada do câncer, sem precisar de medicamentos e apenas com a ‘sequela’ de uma cicatriz de mais ou menos 15 centímetros.  Cada vez que olho para ela, lembro do valor que a vida tem, e do quanto Deus foi maravilhoso comigo.

Hoje, só tenho agradecer a Deus, por nunca me abandonar, e minha família, que esteve do meu lado todos os dias, dando todo amor do mundo e acreditando que eu já estava curada. A experiência me mostrou que sempre devemos estar atentos a qualquer mudança em nosso corpo, por mais insignificante que pareça. Somos imagem e semelhança de nosso Deus, e nosso corpo deve ser cuidado, pois é templo dele.”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.