Editorial: Rebecca Montanheiro

Compartilhar está publicação

Estamos a três meses de encerrar 2017 e eu só tenho a agradecer por este ano.  Apesar das lutas diárias, tivemos conquistas valiosas e seguimos trilhando um caminho cheio de esperanças. Por falar em conquistas, essa newsletter é uma delas! Mais um sonho realizado, mais um canal para orientar e oferecer informações sobre o melanoma.

Juntos, dia após dia, unimos esforços, pessoas (e como tem gente lutando pela nossa causa), ideias e sonhos. Em maio, Mês Internacional de Combate ao Melanoma, lançamos, pelo segundo ano consecutivo, nossa campanha anual com duas abordagens: “Eu senti na pele” e “Eu protejo minha pele”, com a participação de pacientes reais e personalidades como Flávia Alessandra, Fluvia Lacerda, entre outras.

Em junho, fui convidada pela Novartis para um evento em São Paulo e levei a história do Instituto Melanoma para jornalistas de todo o Brasil. Viajei para a Alemanha e participei de um congresso com outros institutos, assim como o Melanoma Brasil, e voltei de lá cheia de ideias.

Em agosto outra surpresa. Fomos convidados pelo dermatologista Elimar Gomes, um dos maiores parceiros do Instituto, para participar da primeira iniciativa do Juntos Contra o Melanoma. Criado pelo Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM), o programa incentiva o diagnóstico precoce por meio da orientação de profissionais, como cabeleireiros, podólogos e tatuadores, entre outros, que por estarem em contato com a pele de seus clientes podem desempenhar papel importante na detecção da doença. A ação aconteceu em São Paulo e contou com a realização de três workshops gratuitos para esses profissionais e para o público em geral. Essa nossa primeira edição da newsletter traz muito do que aconteceu durante o evento.

Vou ficando por aqui, mas deixo vocês com conteúdo exclusivo e preparado com muito carinho!

Rebecca Montanheiro – Presidente do Instituto Melanoma Brasil

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Blog

Cuidados com a pele das pessoas idosas

Segundo o IBGE, as pessoas idodas representam quase 15% da população brasileira.  O envelhecimento da pele é um processo comum e natural, que acompanha o

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2022 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

Faça sua doação!

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X