Editorial – Newsletter Junho/2019

Compartilhar está publicação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Maio é sempre um mês de muito trabalho no Instituto, mas também muito especial. Como vocês devem estar acompanhando, aproveitamos o mês internacional de combate ao melanoma, para lançarmos nossa campanha anual. Desta vez o tema escolhido para a quarta edição foi: “Trabalhe com segurança. Proteja sua pele”, com foco na exposição solar ocupacional. A comunicação tem o objetivo de alertar trabalhadores ao ar livre e seus empregadores sobre as ameaças da exposição solar e de como a profissão pode ser um fator de risco para determinadas doenças, incluindo o melanoma e outros cânceres de pele não-melanoma.

 

Realizamos a campanha anual desde 2016 e com ela temos obtidos importantes avanços na prevenção e conscientização do melanoma. Além da campanha, promovemos encontros presenciais, como um encontro lindo para pacientes e familiares em Porto Alegre. Participamos de uma ação muito bacana no Parque Villa-Lobos, em São Paulo.

 

Nossos encontros também foram virtuais, com a realização de quatro palestras online em nossa fanpage do Facebook, com médicos e profissionais muito queridos.

Bem, a gente quer mais e estamos lutando para isso. Ainda temos muito que fazer, aprender e compartilhar. Segundo pesquisa do Datafolha, 75% dos brasileiros desconhecem o melanoma. Estão vendo, como a disseminação de conhecimento é uma das melhores estratégias de combate à doença?  

 

O melanoma tem mais de 90% de chance de cura quando descoberto no início. Não podemos e nem vamos desistir de salvar vidas. A campanha não acaba em maio. Ainda teremos muitas ações e eventos durante todo o ano. Fique ligado em todos os nossos canais de comunicação, compartilhe informação e participe conosco!

 

Boa leitura!

 

Rebecca Montanheiro

Presidente do Instituto Melanoma Brasil

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Entrevista – Melanoma ocular

O melanoma ocular, tipo de câncer que atinge células produtoras da melanina, pigmento responsável pela coloração da pele e dos olhos, correspondem a 5% de

Eu Senti na Pele – Valéria Candal

Valéria Candal sentiu uma de suas vistas embaçar e achou que poderia ser apenas uma gripe. Como o incomodo não passava, foi investigar e descobriu

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2020 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X