Bigode ajuda a prevenir o câncer de pele

Compartilhar está publicação

Uma ótima notícia para os bigodudos. Um estudo recentemente publicado na revista da Academia Americana de Dermatologia mostrou que o bigode pode diminuir o surgimento de ceratose actínica, uma lesão que pode evoluir para câncer de pele, no lábio inferior.

Apesar de apenas 1% das ceratoses actínicas se tornarem câncer de pele, esse número cresce para 14% a 17% quando as lesões estão localizadas no lábio inferior. Especialistas dizem que isso ocorre pois a pele nessa região é mais fina e clara do que no restante do corpo, além de mais exposta à radiação solar.

No trabalho, os pesquisadores analisaram 200 homens com histórico de lesões pré-cancerosas no rosto e pescoço, dos quais 59 cultivavam o bigode desde os 20 anos. Bigodes com oito milímetros ou mais tinham o maior potencial para prevenir a ceratose actínica.

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2022 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

Faça sua doação!

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X