Unifesp recebe seminário sobre melanoma

Compartilhar está publicação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

 “Melanoma na Universidade” promovido pelo Instituto Melanoma Brasil contará com palestras de dois especialistas no próximo dia 10 de maio

 

Maio é o mês internacional de combate ao melanoma, o tipo de câncer de pele mais agressivo e letal que existe. Para disseminar conhecimento sobre o tema, o Instituto Melanoma Brasil promove o seminário “Melanoma na Universidade – Conhecer para Prevenir” em 10 de maio (quinta-feira), na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em São Paulo. A ação reunirá o dermatologista Elimar Gomes e o oncologista Rafael Schmerling, ambos médicos do Grupo Brasileiro de Melanoma e membros do Comitê Científico do Melanoma Brasil, para debater o tema com estudantes e profissionais da área de saúde.

Serão duas palestras, uma sobre prevenção, rastreamento e diagnóstico, e a outra abordará os tipos de tratamentos clínicos da doença em estágio avançado. “Todo ano realizamos uma série de ações durante Maio, mês internacional de combate a doença. Promover o conhecimento e compartilhar informações com futuros profissionais da área da saúde faz parte do nosso objetivo de tornar o melanoma uma doença cada vez mais conhecida, ressaltando a importância da prevenção e do diagnóstico precoce”, enfatiza Rebecca Montanheiro, presidente do Instituto Melanoma Brasil.

O evento é gratuito e aberto para alunos da Unifesp. 

Serviço:

Seminário “Melanoma na Universidade – Conhecer para Prevenir”

Data: 10/05/2017 (quinta-feira)

Horário: Das 18h30 às 21h

Local: Anfiteatro Moacyr Álvaro – Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Endereço: Rua Botucatu, 862 – Vila Clementino – São Paulo – SP

 

 

Receba nossa newsletter

Newsletter

Explore outros temas

Não é só o paciente que sente na pele o melanoma. A médica Camilla Oliari conta como a história de sua avó, Dona Yvone, paciente de melanoma metastático, modificou sua vida e suas escolhas.
Blog

Camilla Oliari

Como sempre falamos aqui, não é apenas o paciente que sente o melanoma na pele. Aos 9 anos, Camilla Oliari viveu a difícil experiência de

Tereza de Fátima e Silva descobriu o melanoma em estágio inicial.
Blog

Tereza de Fátima e Silva

A Tereza de Fátima e Silva vive em São Bento do Sapucaí, no interior e São Paulo, e trabalha como costureira. Alguns anos atrás, ela

Instituto Melanoma Brasil

faça sua parte, doe!

Receba nossa newsletter

Siga-nos nas redes sociais

Inscreva-se no canal

© 2021 Melanoma Brasil // Todos os direitos reservados

Seja um voluntário do Instituto

Faça parte do nosso banco de voluntários. Clique abaixo e preencha um formulário com seus dados e entraremos em contato para que você possa participar, com seus talentos, de ações desenvolvidas pelo Melanoma Brasil.

Faça sua doação!

small_c_popup.png

Cadastre-se

Receba nossa newsletter

Newsletter

X