MELANOMA BRASIL

FATORES DE RISCO

Alguns fatores de risco já são conhecidos para o desenvolvimento do melanoma, porém, a exposição solar sem proteção continua sendo o maior deles.

FATORES DE RISCO

Conheça alguns fatores de risco para aumentar sua proteção!

Pessoas que tomaram muito sol ao longo da vida sem proteção adequada e/ou sofreram queimaduras solares, tem maior risco de desenvolver o melanoma.

Pessoas com a pele clara, olhos claros, com cabelos loiros ou ruivos proporcionam menos proteção contra os raios UVA e UVB. Peles claras com sardas ou que se queimam facilmente estão em maior risco.

Pessoas que já tiveram melanoma, ou uma lesão pré-cancerosa, câncer de pele de células basais ou escamosas, possuem  mais chances de desenvolver um novo melanoma.

Se um ou mais membros da sua família tiverem sido diagnosticados com melanoma, maior será o risco de você desenvolvê-lo. Portanto o acompanhamento com o dermatologista deve ser feito regularmente e os cuidados com o sol deverão ser redobrados.

Pintas congênitas são conhecidas popularmente como pintas de nascença. Pessoas que possuem pintas congênitas grandes têm um risco aumentado de desenvolver o melanoma.

Pessoas com 50 ou mais pintas  possuem um risco aumentado.

Apenas uma queimadura solar em uma idade jovem duplica suas chances de desenvolver um melanoma.

Certas doenças ou tratamentos onde ocorre o enfraquecimento do sistema imunológico do paciente, como por exemplo pacientes com órgãos transplantados e portadores de HIV, possuem um risco aumentado de desenvolver o melanoma.

O aumento de diagnósticos de melanoma em adultos jovens tem aumentado nos últimos anos. Quando existe um histórico familiar, as chances de receber um diagnóstico em faixas etárias menores é aumentado.