Exercícios físicos ao ar livre têm conquistado cada vez mais adeptos e não há como negar que, além dos diversos benefícios que a prática esportiva pode proporcionar, os dias ensolarados e o contato com a natureza são um grande convite para vencer o sedentarismo. Entretanto, as atividades físicas em ambiente externo exigem cuidados extras que muitas vezes são deixados de lado pelos praticantes: a proteção solar.

Melanoma Brasil: Quais atitudes devem ser tomadas pelo praticante de atividade física ao ar livre?

Dra. Vanessa Mussupapo: O praticante de atividade física ao ar livre deve se organizar pararealizar os exercícios nos horários em que o sol não esteja tão forte, ou seja, antes das 10h ou após às 16h. Já quem, por algum motivo, optar por praticar esportes outdoor nos horários em que o sol está mais forte, é fundamental usar diariamente o protetor solar e reaplicá-lo a cada duas horas.

Melanoma Brasil: Quais os erros mais cometidos no uso do filtro solar que podem anular o seu efeito protetor?

Dra. Vanessa Mussupapo: Para o protetor solar funcionar, devemos utilizá-lo de forma correta. Passar uma camada generosa do produto e sempre reaplicar a cada duas horas, ou antes, em casos de pessoas com sudorese intensa. Para cada parte do corpo, o ideal é utilizar:

  • uma colher de chá de protetor solar no rosto, outra no pescoço e outra na cabeça para os carecas
  • uma colher de chá de protetor para a parte da frente do tronco e outra para a parte de trás
  • uma colher de chá para cada braço
  • uma colher de chá para a parte da frente de cada perna e outra para a parte de trás

Sempre utilizar protetores com FPS maior ou igual a 30 e de preferência específicos para quem faz esportes e que tenha proteção contra UVA e UVB (PPD e FPS).

Melanoma Brasil: Além do filtro solar, quais outros itens devem ser usados pelos praticantes de esporte para o cuidado da saúde?

Dra. Vanessa Mussupapo: É bom lembrar que enquanto se está exposto ao sol é fundamental se hidratar, portanto devemos beber muita água. Além do filtro, existem outros itens que ajudam e protegem a pele, como bonés, viseiras, óculos de sol, camisetas próprias para exercícios físicos. Hoje temos bonés e camisetas com filtro solar nas fibras do tecido, levando a uma maior proteção. Opte por esses produtos. 

Melanoma Brasil: E para praticantes de provas longas, como o triatlo, o que é mais indicado?

Dra. Vanessa Mussupapo: Os praticantes de provas longas devem ter os mesmos cuidados de quem não pratica, porém com uma intensidade maior de reaplicação do protetor solar. E procurar sempre utilizar protetores próprios para aqueles exercícios, como os citados na resposta anterior. 

Melanoma Brasil: Os cuidados são indicados mesmo que o tempo esteja nublado ou chuvoso?

Dra. Vanessa Mussupapo: Sim. Os cuidados devem ser os mesmo sempre. Quando o tempo está nublado, o famoso “mormaço”, temos a sensação de que o sol não pode nos atingir, pois não sentimos o calor. Estamos completamente enganados. Existem dois tipos de raio ultravioleta que chegam até a superfície da Terra: o UVA e o UVB. O UVB é aquele que nos faz sentir o calor quando o sol está presente. Já o UVA não. Ele é silencioso. No “mormaço”, as nuvens bloqueiam o UVB, mas não conseguem bloquear o UVA, ocasionando uma queimadura tardia e altera, assim como o UVB, o DNA das células que compõe a pele, levando à formação dos cânceres de pele e do envelhecimento cutâneo. No tempo chuvoso é a mesma coisa. O UVA continua chegando até a superfície da terra. 

Melanoma Brasil: Para pessoas que suam bastante, como deve ser a reaplicação do filtro solar?

Dra. Vanessa Mussupapo: Deve ser aplicado a cada hora ou todas as vezes que a pessoa limpar o rosto ou o corpo do suor. 

Melanoma Brasil: Muitos atletas profissionais e amadores evitam usar protetor solar no rosto por conta do suor que escorre e acaba irritando os olhos. Somente o uso de um boné e óculos escuros é eficaz? Quais outras medidas ou alternativas?

Dra. Vanessa Mussupapo: Existem protetores solares que não ardem os olhos e são feitos exclusivamente para praticantes de esportes. Mas se mesmo utilizando esse produto, o atleta se sentir desconfortável em usar o protetor, é imprescindível o uso de boné (com filtro solar) e óculos de sol. Uma alternativa é usar cremes de barreira nas áreas com maior incidência de irradiação solar, como nariz e região malar (das bochechas).