Doutor, com que frequência devo fazer os exames de linfonodos?

DOUTOR: Se você já teve um melanoma, você é parte essencial da equipe responsável pelo acompanhamento. É indispensável prestar atenção a novas lesões de pele e linfonodos aumentados, mas não há uma definição sobre quantas vezes o exame deve ser feito. É importante ressaltar que consultas periódicas com seu dermatologista e oncologista clínico ou cirurgião oncológico são fundamentais. A frequência desses exames e consultas, e a necessidade de usar outras ferramentas, como tomografias e ultrassonografias deve ser discutida com seu médico e ajustada em função do risco do seu melanoma.