Alerta aos pais: ensinem seus filhos sobre os perigos da exposição solar

Os danos que levam ao câncer de pele em adultos iniciam-se na infância, por isso a fotoproteção deve começar desde cedo. A partir dos seis meses de vidas crianças já devem estar devidamente protegidas dos raios solares. E é dever dos pais incluir na educação de seus filhos hábitos preventivos.

Estudos e estimativas indicam que 80% de toda radiação solar recebida durante toda a vida ocorre nos primeiros 18 anos de idade. Isso, muitas vezes, se deve ao fato de as crianças realizarem muitas atividades ao ar livre e nem sempre utilizarem medidas de fotoproteção. Porém, com pais informados e atuantes, é possível.

A seguir informações sobre os fatores de risco e dicas preventivas:

– Evite a exposição solar das 10h às 16h

– Aplique o protetor solar todos os dias, independente do clima

– Durante os seis primeiros meses de vida os bebês não devem ser expostos diretamente ao sol. Já a partir dos seis meses e até o primeiro ano de vida, as exposições solares devem ser curtas e em horários apropriados (até às 10h e após as 16h)

– De seis meses a cinco anos de idade, utilize somente filtros infantis

– Durante exposições solares prolongadas (praias, clubes, piscinas) é preciso usar roupas adequadas e chapéus. É importante também deixar a criança na sombra o maior tempo possível

– Use produtos com proteção contra radiação UVA e UVB e que tenha fator de proteção solar (FPS) 30.

– Faça aplicações a cada duas horas se estiver na piscina ou em atividades ao ar livre

– Não existem filtros totalmente à prova d´água. Eles devem ser reaplicados depois de entrar na água ou quando a criança sua muito

– Na hora de reaplicar o protetor solar a pele deve estar totalmente seca

– A quantidade de filtro solar aplicada interfere na efetividade do produto

– Regiões como orelhas, joelhos e pés não devem ser esquecidos

– Não é recomendada a exposição deliberada ao sol sem proteção, mesmo com o intuito de estimular a síntese de vitamina D. A radiação necessária para isso é a UVB, presente somente em horários de pico. No caso da deficiência dessa vitamina, recomenda-se o uso de reposição oral

– Roupas com proteção ultravioleta são muito práticas para os pequenos, pois criam uma barreira física contra a radiação solar.

– Mantenha uma alimentação saudável e rica em vitaminas

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.